Ex-conselheiro do Papa é condenado por crimes de pedofilia na Autrália – Notícias


O cardeal australiano George Pell, próximo ao Papa Francisco e prefeito licenciado da Secretaria de Economia do Vaticano, foi considerado culpado nesta terça-feira (11) por crimes de pedofilia ocorridos na Autrália entre as décadas de 1970 e 1990.


As informações foram confirmadas pela revista americana America: The Jesuit Review of Faith & Culture (América: Revisão Jesuíta de Fé e Cultura, em inglês) — uma das maiores publicações católicas dos Estados Unidos.


Pell já foi afastado nesta quarta-feira (12) do Conselho de Cardeais do Vaticano pelo Papa Francisco. Ele foi condenado por unanimidade por um júri de 12 pessoas em um tribunal em Melbourne, no estado de Victoria. 


O juiz liberou o ex-cardeal sob fiança e decidiu que a sentença se dará no início de fevereiro de 2019. Pouco se sabe sobre o futuro de Pell, a natureza das acusações ou os detalhes de sua pena, já que o processo corre em segredo de Justiça.

link