Juiz impede ‘El Chapo’ de abraçar esposa antes de audiência – Notícias


O juiz federal Brian Cogan não permitiu que o traficante mexicano Joaquín ‘El Chapo Guzmán’, tivesse a oportunidade de abraçar sua esposa, Emma Coronel Aspuro, antes do início de uma importante audiência de seu julgamento, em Nova York (EUA).


Uma carta redigida por um dos advogados de Guzmán pedia que ele tivesse o direito de “um breve cumprimento, talvez incluindo um abraço”, antes que as audiências mais importantes comecem.



Em sua decisão, divulgada nesta quinta-feira (8), Kogan disse que via o pedido com “simpatia”, mas que não teria outra opção que não fosse indeferir o pedido.


“A conduta do réu durante esses procedimentos difíceis, e nas condições de confinamento que ele recebeu, tem sido exemplar”, explicou o juiz.


Cogan afirmou que precisava respeitar as “restrições estabelecidas pelo governo, que proíbem o réu de se comunicar ou ter contato físico com sua esposa”, com o objetivo de evitar que o traficante possa “coordenar qualquer fuga da prisão ou direcionar qualquer ataque com indivíduos que possam cooperar com o governo.”


Guzmán foi extraditado no início de 2017, um ano após ser capturado pela terceira vez pela polícia mexicana. Antes, ele havia fugido de duas prisões de segurança máxima.


Ele se casou com Emma Coronel em 2007, durante o período em que passou mais tempo em liberdade, após fugir da cadeia pela primeira vez.



link